quinta-feira, 30 de julho de 2009

Estou em modo petrificado! Ou seja, acho que congelei. Ainda cedi um pouco na hora do adeus, mas pouca coisa, nada mais que umas lágrimas que depressa secaram. Apenas consegui sussurrar-lhe ao ouvido: "GOSTO MUITO DE TI". Ela, ela seguiu de olhos vidrados, deixando para trás mais de três décadas vividas e sofridas na cidade que me viu nascer e crescer, Lisboa. Sei que a distância que nos separa não é estupidamente grande. Afinal, Trás-os-Montes é já ali! Seja como for, esta partida é um marco de viragem na sua vida, na minha vida. Falo da minha maior amiga, companheira e confidente, a minha mãe! Depois de tantos anos de trabalho, finalmente vai gozar a sua reforma, junto do meu pai, claro está. Confesso que não estava preparada para este final de ciclo. Não vou falar mais neste assunto, que há algum tempo anda a fermentar dentro de mim. No fundo, acho que me custa reconhecer que o passado passou.


PS - O que ela me disse?? "Cuida de ti, tu vais ser feliz!"


Até amanhã ou depois!

3 comentários:

Inês disse...

Ficou aqui uma lagriminha, custa tanto... sim, cuida de ti e vais ser feliz.

A nossa mãe está sempre, sempre aqui ao lado, mesmo em trás os montes.

Bejico

Kitty disse...

Um beijinho enorme no teu coração. Gosto muito de ti minha linda :)

Pedro Viegas disse...

Mais uma vez cortamos o cordão umbilical e apesar da naturalidade da questão e de um ATÉ JÁ, marca-nos e traz a saudade de volta.
Mas fica já ali....

JP