quinta-feira, 16 de julho de 2009



Confesso que gosto muito, mas mesmo muito do contacto com as pessoas! Gosto e ponto! Não, não estou louca. Esta afirmação vem a propósito de um trabalho que estive a fazer para uma empresa de comunicação, que encomendou à "minha" agência um vox-pop a propósito de alguns hábitos de consumo. Pois bem, lá fui eu, com a minha equipa (operador e assistente de realização) para um hipermercado recolher depoimentos. Que saudade tinha de ter o micro em punho e a câmara como sombra. Não me perguntem porquê, mas adoro o papel de "palhacita", daqueles que somos obrigados a fazer para cativar quem passa, para que não temam o "bicho" de filmar. Depois de um ano fora das lides jornalísticas, pelo menos de forma directa e oficial, soube bem este regresso às origens. Por vezes questiono se as opções profissionais que fiz foram as mais acertadas!? Tenho saudades (estou-me a repetir, mas é o único e melhor adjectivo que encontro) da televisão, de sair em reportagem, de andar por aí, sem rumo predefinido, de viajar, de conhecer novas pessoas, novos lugares, novas experiências.... Oh nostalgia marota esta que agora se apoderou de mim! Resta-me a certeza que lá para o final da semana que vem isto passa. É que segunda e terça-feira as "luzes, câmaras...acção" continuam!


Até amanhã ou depois!

6 comentários:

S* disse...

Ai eu nao sabia que a senhora tinha andado pelos mundos televisivos.

O bichinho do jornalismo é viciante.

Only Words disse...

S*, andei pelos mundos televisivos pelo menos 6 anos ;)Sim, o jornalismo, ou melhor, o bicho da comunicação não passa, assim tenhamos gosto por essa arte tão nobre que é saber comunicar ;)

Storyteller disse...

eu passei da Biologia para a Publicidade e depois, mais tarde, para o Jornalismo (imprensa especializada). Na Publicidade fiz vários vox-pop e que saudades tenho eu!!!

ergela disse...

Como eu te compreendo amiga, o bichinho de vez do foto-jornalismo, volta e apoquenta-me o espírito.

Já agora, quando passas das experiências, à realidade, fazia-te bem ao ego e, curava-te de algumas angústias.

Beijo (eu não costumo escrever kripetado, fico...fico pior, que urso).

HannaH disse...

é daquelas coisas k ainda me cativam no jornalismo...das poucas coisas, melhor dizendo....:S

Analog Girl disse...

Também desconhecia as lides televisivas da menina. Quanto a questionar as escolhas...acho que passamos a vida a fazer isso. Esta necessidade de mudança faz parte e é o que nos motiva.
:)