quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Ora viva! Venho aqui só para vos dizer que ainda não parti para outro hemisfério. Desculpem a ausência, mas a Only anda um pouco acabrunhada, sem imaginação ou vontade para escrever. Mas não se preocupem, isto passa, nem que seja à marretada, mas passa!
Prometo que vou passando pelos vossos cantinhos.




Até amanhã ou depois!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Hoje é só isto, amanhã logo se verá!


Não sou o que os olhos vêem


Além matéria, sou a alma que vagueia pela multidão


By me

Até amanhã ou depois!

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Alguém me consegue explicar porque razão é que depois de limpar a caixa WC das minhas duas "piquenas" mai' lindas, é que estas se lembram de ir deixar "presentes"?? É que isto é todos os dias, exactamente quando estou para sair de casa atrasadíssima!!!


Até amanhã ou depois!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Dulce Pontes - Momentos

Estava eu muito bem parada no semáforo, mais precisamente perto da rotunda de Entrecampos, quando resolvo abrir o vidro, para apanhar o belo do ar da rua - sim, porque isto de andar com AC ligado a toda a hora custa -, quando olho em meu redor e reparo que está tudo a olhar para mim, com ar de parvo, como se estivessem a ver algo de anormal. Por momentos pensei que o meu rosto estaria a mudar de cor, mas não....a verdade é que me esqueci de baixar o volume da música. Acho que os transeuntes estranharam a música que estava a ouvir. Oh pah, eu sei que sou uma jovem, com apenas 30 anitos, que até tenho uma carita de miúda, assim para o laroca (uuuhhhh not not), mas posso ouvir isto, não??


video

Até amanhã ou depois!

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Bem sei que o espaço da Only anda muito mortinho, mas ainda assim há quem por aqui passe a aturar as minhas neuras....mais do que isso, ainda me deixam uns abraçinhos virtuais! A Lia foi uma querida e deixou-me este abraço-bom. Muito, mas muito obrigado :)

Bom, como qualquer selo, tenho de concretizar um desafio. Desta feita, responder a umas perguntinhas. Ora aqui vai:


1.
Quem mais gostas de abraçar, no presente: A minha avó e os meus dois amores felinos!
2. Quem nunca abraçarias: Hummm, Bento XVI...
3. A quem davas tudo para poder abraçar: A minha tia, que já não faz parte desta vida!
4. A quem davas o teu melhor abraço: A quem pedisse e fizesse por o merecer!


Ditam as regras que deveria passar este selo a 6 blogs. Como sempre, vou quebrar as regras. Os blogs que visito e comento (quase) diariamente estão desde já selados! Qualquer dúvida, podem sempre consultar a listinha aqui do lado ;)



Até amanhã ou depois!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Ele há coisas fantásticas, acreditem!

Hoje a Only tinha consulta de ginecologia, no HDE, marcada para as 15h30. Eram 15h20 e já tinha efectuado o registo da minha presença. Avisaram-me que a Dra R. não estava atrasada, pelo que fiquei super contentinha. Sentei-me bem perto do TV, a ver a RTP1. Entretida, a ver uma entrevista do La Féria ao programa "Portugal no Coração," mal dei pelo tempo passar (futilidades, bem sei!). Quando olhei para o relógio reparei que eram 16h45! WTF!?!?!?! Fiquei possessa, porque a noção de rapidez das funcionárias é muito diferente da minha. Respirei fundo e lá fui ao guichet (acho este estrangeirismo uma delícia) perguntar se ainda demoraria muito até chegar a minha vez. A resposta foi a mesma: "isto hoje está rápido, aguarde só mais um pouco!". Conformada com a resposta, porque a pobre moça não poderia fazer nada para me ajudar, lá me resignei e continuei a ver o Baião e a Ribas de Oliveira. Meia hora depois, 17h15, olho para a sala de espera e, qual o meu espanto, eu era a única criatura que ali estava! Preparada para arregalar os olhos e colocar a minha voz nuns tons bem acima dos habituais, eis que ouço o meu nome: "CS chamada à Sala 20". Só vos digo que alguém se safou de boa no momento certo. A consulta foi ligeiramente demorada, com o resultado dos exames e mais umas quantas perguntas da minha parte. Sim, porque eu sou daquele tipo de doente que tem de perceber o porquê de tudo! Conclusão, a Only vai ter que tirar uns polipos que resolveram assentar arraias no meu útero! Enfim... Depois de assinar uns quantos papeis, para comprovar que é de meu conhecimento e livre vontade ser submetida a....... blá blá blá, a Dra R. levanta-se e dirigi-me até ao Gabinete de Enfermagem, onde me deram uns comprimidos de preparação para a intervenção. Depois destas peregrinações, perguntei à Dra R. qual seria a data prevista para despejarem os inclinos selvagens que se alojaram em mim!? Resposta: "hummm, pois....sabe, a lista de espera está um pouco demorada. Talvez daqui a uns 4 a 5 meses lhe liguem para vir!". Atónita, fiquei incrédula a olhar para a Dra R., que apenas encolheu os ombros, dada a minha cara de espanto! Só me ocorreu dizer: "muito bem, fico então a aguardar (que remédio), mas se algo se alterar, olhe que venho bater-lhe à porta!". A Dra R. (mais nova que eu) sorriu e mostrou-se totalmente disponível para o que eu precisasse! E pronto, lá vim com o kit de preparação para a cirurgia que, só agora, resolvi abrir. E pasmem-se com o que encontrei escrito no folheto que acompanha o dito kit. Entre algumas indicações, perguntas e respostas, encontrei isto, que passo a citar:

O que devo trazer?


. A carta que o seu médico assistente lhe passou.
. A última ecografia que fez.
. Se a música a distrai, poderá trazer ainda a cassete ou o seu CD preferido.

(a intervenção é feita com anestesia local)

Até amanhã ou depois!

domingo, 13 de setembro de 2009

Há momentos na vida em que nos sentimos numa redoma, presos a um quotidiano sincopado, bem diferente de tudo quanto ambicionamos. Olhamos ao redor e tentamos dar graças pelo que temos, pelo que vamos colhendo a cada dia que passa, sem questionar se poderia-mos ter mais ou melhor. Por muito pouco verdadeira que seja a anterior afirmação, sinto-me muitas vezes assim, conformada e apática ao que tenho recebido ao longo desta passagem. Com muito pouco nos contentamos, mas com muito menos nos desiludimos. Faz-me falta o que não tenho, mas muito mais o que gostava de ter. Gostava de um pouco mais de respeito por mim; um pouco mais de amor próprio; um pouco mais de coragem para dizer não; um pouco mais de consciência; um pouco mais de egoísmo; um pouco mais de tento nos actos; um pouco mais de despreocupação; um pouco mais de optimismo; um pouco mais de confiança; um pouco mais de cegueira alheia; um pouco mais de frieza; um pouco mais do que não sou, nem faço por ser, porque esta sou eu, e eu sou assim, quer goste (m) ou não!




PS - O lançamento do áudio livro correu muito bem, com bastantes crianças e respectivos pais e avós a assistirem e a participarem nas muitas actividades que se criaram. Foi emotivo ver miúdos e graúdos a cantarolarem músicas de outros tempos. Ainda que "sozinha", porque não tive o privilégio de ter amigos e colegas de trabalho presentes, foi uma manhã diferente e muito bem passada.

Até amanhã ou depois!

sábado, 12 de setembro de 2009

Ora bem, não estou euromilionária, mas apenas, e só, porque não joguei no Euromilhões. Prefiro andar com os euritos contados, sem contas recheadas. Dinheiro a mais só me iria dar trabalho, coisa que dispenso (not)! Seja como for, ganhei algo tão ou mais importante que esse tão desejado jogo. Pois é, fui selada, não com um, mas com dois selos!

O primeiro foi atribuído pelo João Pedro. O João quer saber como são/estão os meus 5 sentidos. Como não gosto de deixar ninguém na dúvida, vou "matar" a curiosidade e concretizar este desafio.



Regras:

1. Exibir o selo (Done)
2. Indicar o nome e o link do blog de quem recebi (Done)
3. Indicar outros 5 blogs - Este desafio vai para todos quanto visito (quase) diariamente, alguns deles estão mencionados aqui, na barra lateral direita (confesso que não está actualizada). Por isso, façam o favor de levar este desafio para o vosso canto!


4. Dizer qual o sentido que melhor me descreve:

R: A visão, porque faço por estar sempre atenta, em especial aos pequenos detalhes. Gosto de ler nas entrelinhas.

5. Responder a cada questão...

Visão: Qual a tua imagem favorita?

R: A felicidade estampada no rosto de todos quanto me são especiais.

Tacto: O que mais gostas de sentir na pele?

R: Um bom par de mãos, durante uma massagem. De preferência as mãos de alguém especial!

Paladar: Qual o teu sabor preferido?

R: Chocolate e limão, juntos.

Olfacto: Qual o cheiro que te faz bem?

R: O cheiro de casa, a cada regresso!

Audição: Qual o som que gostas mais de ouvir?

R: O amanhecer de um dia de Primavera, com o chilrear dos passáros.


O segundo selo veio do ergela, que foi um querido e me atribui este selo aqui:



Mais uma vez, muito obrigado por esta "selagem". Sabe sempre bem ser selada :)


Até amanhã ou depois!



Até amanhã ou depois!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Não quero ser lamechas, nem me lamuriar, mas a verdade é que hoje senti o meu limite. Teoricamente estou de férias, mas a verdade é que em 5 dias úteis de pseudo descanso, não houve um único em que não tivesse que trabalhar. Ok, bem sei que a culpa é minha, mas não consigo desligar-me de responsabilidades assumidas! Acontece que depois de ter recebido a demo (demonstração/ensaio) de um trabalho em 2D - que está uma bela bosta -, reuni-me com o meu director que mostrou o seu desagrado e preocupação (com toda a razão!). Naturalmente que assumi as responsabilidades da falha, uma vez que sou a coordenadora da equipa. Por minha vontade tinha "esganado" o ilustrador, porque não fez nada do que lhe foi pedido. Mas não descarto as minhas culpas, porque deveria ter-me apercebido da merdice que ele fez. Escusado será dizer que fiquei numa pilha de nervos, que me encheu os olhos de lágrimas e me fez sentir esgotada. Já lá vão 4 dias consecutivos de dores de cabeça, que tenho suportado graças a bela da Migraspirina. Sinto-me impotente porque não posso desligar o botão e simplesmente gozar férias.
Vá, isto foi só um desabafo...amanhã mais um dia me espera, a começar por um puxar de orelhas a quem as merece!



PS - Amanhã vou jogar no Euromilhões!

Até amanhã ou depois!

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Minha "gentis", no Domingo vai ser o lançamento do segundo áudio livro produzido pela Only, por isso se tiverem filhos, sobrinhos, afilhados ou amiguinhos até aos 8 anos apareçam! Via ser divertido, não só para o pequenotes, como para os grandotes!


Lançamento

“Músicas Tradicionais Infantis”


Mágico e divertido, “Músicas Tradicionais Infantis” é o áudio livro que todas as crianças vão querer ter. É o resultado de uma selecção criteriosa de cantares populares portugueses, acompanhada e sugerida por educadores de infância. O testemunho oral de uma rica e inigualável herança sonora, que tem passado de geração em geração, e que agora pode ser recordado e descoberto por miúdos e graúdos.

O lançamento deste áudio livro será no próximo dia 13 de Setembro, Domingo, na FNAC Colombo, pelas 11h. Durante uma hora os mais pequenos vão ouvir, aprender e dançar “Músicas Tradicionais Infantis”.



Até amanhã ou depois!

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Só para dizer que estou numa pilha de nervos! Supostamente estou de férias e ainda não consegui largar a merda do portátil, do tlm e das preocupações que me consomem a cada minuto que passa. Bem sei que poderia borrifar-me para os deveres, mas não consigo... Como se não bastasse, o pessoal está todo a trabalhar....

QUE NEURA!!!!!!

Até amanhã ou depois!

sábado, 5 de setembro de 2009

"Pissoal", estive 2 dias e meio na terrinha dos papais, que é como quem diz, em Trás-os-Montes. Digamos que foi pouco tempo, mas o suficiente para não me fartar. Sinceramente não tenho grandes recordações da aldeia onde passei praticamente 17 Verões da minha vida, sem nada para fazer, a não ser dormir e vegetar. Não sou muito ligada às lides do campo, embora adore o contacto com a natureza. Agora, que os meus pais estão definitivamente a viver no seu monte, longe do rebuliço citadino, até mesmo do coração da aldeia onde cresceram, tudo gira em torno da casa e da vida agrícola. Sim, é verdade, depois de reformados decidiram dedicar-se ao cultivo de "n" coisas. Aliás, as terras nunca deixaram de ser trabalhadas, mas sempre por pessoas a quem lhes foi depositada essa confiança. Com todo o tempo do mundo, papai e mamãe cuidam das terras com as suas próprias mãos, num regresso ao passado há muito desejado. Eu, patinho feio, fico feliz por eles, mas não tenho perfil para a vida que eles escolheram. Papai adora mostrar o que tem de cultivo, onde são as terras e o que planeia fazer a curto e longo prazo. Eu, que faço por decorar onde são os terrenos e o que têm cultivado, olho para tudo o que se avista de casa e fico atónita, porque nunca serei capaz de dar conta de tanta coisa. Pior é somar muito mais ao que se vê da janela do meu quarto. Ontem mesmo "vesti-me" de filha super interessada e lá fui no tractor (imaginem a linda figura da Only, de óculos de solo, a comer pó e a sorrir, como se estivesse adorar. Para não falar na valente negra que ficou registada na minha nádega, tamanhos os solavancos!), visitar as terras dos papais. E pronto, foram assim os poucos dias na terrinha.
Dizer ainda que fui visitar uma das pessoas que mais amo, a minha avó. Olhá-la, senti-la, abraçá-la, dizer-lhe que a amo, ainda que ela não me reconheça, faz-me bem. Bom mesmo é sair de junto dela e trazer comigo o seu cheiro, o seu calor e o seu amor.
Em breve voltarei à terra que fica para lá dos montes, com a promessa de vir carregada com tudo o que a dita terra dá. Desta vez trouxe figos, uvas, tomates, pão, batatas, azeite, queijo e um coração cheio de amor.


Até amanhã ou depois!

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Diz que está de férias desde ontem, mas chegou às 20h de hoje a casa, depois de um dia de reuniões e de virotes de lá para cá! É bem.... e vivam as férias fantasma! Irra penico, que sou mesmo uma C R O M A! Alguém que me bata, "ohfaxavor"....




Até amanhã ou depois!