terça-feira, 27 de outubro de 2009

Chega com a noite
Entra sem pedir

Entranha-se devagar
Apodera-se sem parar

__
Sentimentos obtusos
Reais e sentidos

Vontade pecadora
Semblante que chora
__
Por ela me perco
Cedo a cada instante

Renego a verdade

Abraço-a, a saudade

__
Agarro o passado
Vivo sem presente
Ouço a canção
Embalo a solidão

By me


IMG CS


Até amanhã ou depois!

10 comentários:

PB disse...

Ânimo colega!
Beijinhos

João Pedro disse...

Gostei muito, Only Words.
Profundo e sentido.

"Por ela me perco
Cedo a cada instante
Renego a verdade
Abraço-a, a saudade"

Lindo!

Lia disse...

por muito bonito que seja o poema, passa uma tristeza imensa...
Agarra o presente, vive para o futuro e olha para o passado como algo que não se repete!

jocas gordas

disse...

Lindo Only,e tão profundo...

Korrosiva disse...

:))

lindo!

beijinhosssss

DIABINHOSFORA disse...

Pior é quando ela chega com a noite mas fica todo o dia também...
Bate com força os pés no chão e força!!! É sempre a subir como um foguete :))

Beijinho

ergela disse...

"Por ela me perco
cedo a cada instante
Renego a Verdade
agraço-a, a saudade"

Identifico-me muito com esta estrófe, por vezes não quero ver a verdade,mas a saudade, tenho-a e muita, de todo o que fiz,o que deixei por fazer e, sobertudo pessoas de quem tenho imensa saudade.

Grande poema, parabens amiga.

Um beijo, de "saudade" virtual.

Jeanette Zork disse...

Only :)

parabéns, são palavras sentidas... um pouquinho nostálgico...

Consegues transcrever para palavras, de uma foma lúcida e cândida, algo tão profundo como a saudade.

Beijinhos saudosos*****
Jeanette Zork

MARIINHA disse...

Que lindo poema.Mas este verso tocou-me particularmente.

"Agarro o passado
Vivo sem presente
Ouço a canção
Embalo a solidão"

Espero que, seja apenas um poema muito bem escrito, de alguém, muito sensível, que sabe muito bem exprimir através de poesia, os sentimentos alheios. Espero que não estejas a viver essa realidade. Um beijinho.

S* disse...

A noite traz coisas boas... mas tambem traz a tristeza da solidao.