quinta-feira, 18 de junho de 2009

Qual é o mal de uma pessoa com 30 anos não gostar de dizer vagina e pénis? Eu não gosto de usar esta terminologia. Não me soa bem, mas também não sei explicar o porquê. Tenho amigos que me "gozam" porque digo pipi e pilinha. Dizem que é uma maneira muito infantil de falar dos órgãos sexuais. Serei a única a achar que não??

Até amanhã ou depois!

10 comentários:

ergela disse...

Eu precebo Only, é um questão de educação, os meus pais, e aquilo que desde pequenos ouvimos os "grandes" dizer, acho eu.

:) Beijo.

disse...

Eu também não uso essas terminologias. Não gosto. São demasiado técnicas. Uso outras ;)

ergela disse...

Épa, vou-me deitar estou deslexico,
e isto é para não anular o post anterior.
Tchau!

Analog Girl disse...

Parece científico demais para algo tão íntimo. Também não costumo usar essas expressões, faz-me espécie!
:P

Blue C disse...

Curiosamente a sexóloga de que falo no meu último post diz que o há um tabú inconsciente quanto aos nomes das nossas intimidades.

Quando perguntei à minha Mãe com 8 anos comos e faziam os bébés, ela explicou-me tudo com os nomes verdadeiros. Talvez por isso não me faça confusão. Mas no nosso dia-a-dia lá em casa falávamos em pipi e pilinha.

Kitty disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Only Words disse...

Ergela, entendi o que quiseste dizer, apesar da tua dislexia ;)

Bê, são termos técnicos e muito pouco adequados aos órgãos em questão lol

Analog, a ti faz-te espécie, mas a mim faz-me alergia hahahah


Blue C, não acho que se trate de um tabu inconsciente, é mesmo uma questão de ser mais prático no uso do termos. Digo eu! ;)

S* disse...

Eu tambem nao gosto. Acho palavras feias. mas digo "crica" em vez de vagina. É estupido e infantil, mas eu desmancho-me a rir com a palavra. lol

HannaH Sophia disse...

era pior se tivesses k dar a disciplina de psicologia da sexualidade numa universidade! a minha professora fala assim como se tivesse a falar de chá ou café.

eu cá prefiro falar da maria e do manel!loool

esquizoide disse...

É algo infantilizado sim, mas válido como qualquer outra coisa. Mas nesse sentido, não compreendo como se pode falar de os termos "vagina" e "pénis" serem impróprios para descrever os genitais e os destituam de cariz íntimo ou sexual... a mim "pilinha" e "pipi" não poderia suscitir imagens menos sexualizadas, só imagino genitais pré-púberes como os dos meus sobrinhos!

Mas pronto, just MHO...