domingo, 7 de junho de 2009

Numa sociedade cada vez mais autista, dou por mim a pensar no porquê das coisas. No porquê da felicidade, ainda que efémera, na dor, ainda que constante, nas relações, ainda que agitadas, na hipocrisia, ainda que evidente, no acreditar, ainda que mutável, na esperança, ainda que imprevisível.
.

Teima-mos em confiar em quem pouco s
e preocupa, nos que estão quando lhes convém, nos que temem, mesmo sem razão. Egocentrismo! Dirão uns. Pessimismo! Dirão outros. Eu diria, engano.
.
Não é porque se dá, porque nos entregamos, que queremos ou almejamos algo além da amizade, da preocupação, da disponibilidade, da partilha, da entrega e da vontade da construção partilhada. Mas é assim que, cada vez mais, as relações se vão construindo, sem alicerces, sem
confiança, sob uma base frágil, susceptível de ser derrubada na investida de qualquer selecta aragem.
.
Depois, depois existem aqueles que viram costas e seguem a estrada, deixando para trás tudo o que não merece recordação. Aqueles que se contentam com o nascer do dia, com o cair da noite e com o bater do seu coração. Serão eles mais felizes porque vivem por si e para si? Serão eles mestres da alquimia?

IMG DR

Até amanhã ou depois!

5 comentários:

HannaH Sophia disse...

olha disseste uma coisa que ainda nao me tinha ocorrido sobre a nossa sociedade: uam sociedade autista...
adorei. mas infelizmente é a verdade...

HannaH Sophia disse...

ah e ja agora obgda pelo apoio e carinho nas ultimas semanas;)
beijoca

Only Words disse...

HannaH, não há nada a agradecer ;)

beijoooo

ergela disse...

Ó amiga por onde têm andado? Dia 5/7 no Parque da Belavista (quase em frente à minha maison) mega-piquenique patrocinadado por uma grande superficíe começada em c e acabada o que visa entrar para o guinesse, pagas 5€ e vês o querido do "mulherio" o grande Tony Carrreira. Esclarecida?


Existe uma petição de um deputado da nação que visa irradicar a palavra "autista" do vocabulário político e não só (não sei qual o nome do senhor mas decerto que o vais descobrir rápidamente).

Beijo meu.

ergela disse...

Ó amiga sei que estás com o "burro amarrado" calma...muita calma, no fim de semana vais ter muito tempo.

Beijo meu.